Polícia

No dia da morte de padre, igreja é invadida e tem dízimos furtados em Corumbá

No mesmo dia da morte do padre Pascoal Forin, aos 84 anos, vítima de coronavírus, a Paróquia Catedral Nossa Senhora da Candelária, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, foi furtada na madrugada deste domingo (10). Ladrões invadiram a sede da igreja e furtaram dízimos. Segundo a igreja, os suspeitos arrombaram o cadeado na […]

Karina Campos Publicado em 10/01/2021, às 14h28 - Atualizado às 15h01

(Foto: Divulgação/Pascom)
(Foto: Divulgação/Pascom) - (Foto: Divulgação/Pascom)

No mesmo dia da morte do padre Pascoal Forin, aos 84 anos, vítima de coronavírus, a Paróquia Catedral Nossa Senhora da Candelária, em Corumbá, a 417 quilômetros de Campo Grande, foi furtada na madrugada deste domingo (10). Ladrões invadiram a sede da igreja e furtaram dízimos.

Segundo a igreja, os suspeitos arrombaram o cadeado na entrada, entraram na paróquia, quebrando a porta da sacristia e levando o dinheiro das contribuições. As janelas da secretaria e pároco também tiveram tentativas de arrombamento. Ainda conforme a unidade, o Sacrário, Eucaristia e todas as imagens dos santos foram preservados. O caso está sendo investigado.

Morte padre

Morreu na madrugada deste domingo (10) o Padre Pascoal Forin, aos 84 anos, vítima de coronavírus. O missionário era membro da igreja. A igreja emitiu uma nota de pesar comunicando o falecimento do padre. “Nossa gratidão a Deus pelo dom de sua vocação salesiana missionária, sobretudo junto aos mais pobres”.

Jornal Midiamax