Polícia

Nas redes sociais, amigos prestam homenagens a Rhenan, morto com tiro no peito na Afonso Pena

Rhenan foi assassinado com um tiro no peito por um homem identificado como ‘Pulapão’

Thatiana Melo Publicado em 01/11/2021, às 06h50

None
(Reprodução)

Nas redes sociais, amigos de Rhenan Matheus prestaram homenagens ao rapaz que morreu na noite deste domingo (31), nos altos da Avenida Afonso Pena, assassinado com um tiro no peito por um homem identificado como Jony ‘Pulapão’. 

Em uma das postagens, uma amiga de Rhenan diz não acreditar no que aconteceu: “Eu ainda não estou acreditando que você se foi eu nem sei o que dizer, só nós resta as lembranças um menino tão jovem e tão cheio de sonhos e tiraram a sua vida brutalmente que a justiça seja feita”.

Um amigo do rapaz ainda diz: ‘Cria não morre, cria vira lenda. Peço que Deus te proteja e te guarde por onde estiver, te amo eternamente vai está pra sempre no meu coração. Tantos sonhos metas objetivos. Tantas coisas que sonhávamos em ter quando eramos crianças infelizmente tudo isso foi interrompido. Mas eu prometo que vou vencer na vida. Vou conquistar tudo em dobro por você. Nunca vou me esquecer de você e tudo oque passamos juntos. Eu te amo irmão você era puro demais. Você faz muita falta aqui. Mais sei que você está em um lindo paraíso. Descanse em paz meu irmão Fica com Deus. Espera eu chegar”.

Outro amigo diz: “Eu pra sempre vou te amar e lembrar dos melhores momentos juntos hoje você veio aqui em casa despedir de mim vai com Deus Rhennan Matheus te amarei eternamente nunca viu esquecer de ti”.

O assassinato

Rhenan foi assassinado com um tiro no peito, na noite desse domingo (31), por um homem conhecido como Jony 'Pulapão', que fugiu logo após o assassinato em uma Saveiro. O crime aconteceu por volta das 22 horas, quando a vítima estava nos altos da Afonso Pena, em frente ao Parque das Nações Indígenas.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram os bombeiros fazendo a reanimação da vítima, que foi encaminhada para a Santa Casa, mas morreu logo em seguida.

Testemunhas contaram que o autor, conhecido como ‘Pulapão’, estava em uma Saveiro com várias pessoas. Em certo momento, seu amigo que estava fazendo zerinho com uma moto, se aproximou da vítima, quando ele reclamou com Jony. O autor então, sem dizer nada, foi em direção ao seu carro e pegou um revólver, efetuando um disparo em direção à vítima, que foi atingida no peito.

Em seguida, ‘Pulapão’ entregou a arma para seu amigo que estava na moto, o mesmo que fazia a manobra de zerinho, fugindo do local. A polícia faz buscas pelo autor do crime. 

Jornal Midiamax