Procurou a (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) durante a madrugada desta terça-feira (19), uma mulher de 32 anos que foi espancada com socos pelo marido de 35 anos, ao reclamar do arroz no horário do . Os dois estavam em uma confraternização.

Na delegacia, a vítima contou que está casada com o homem há 8 anos, e que o casal tem um filho de 6 anos. Sendo que na noite de segunda-feira (18), eles foram até a casa da avó da vítima para um jantar de confraternização, seria servido uma feijoada.

Durante o jantar, a mulher teria questionado o marido o porquê ele teria feito uma quantidade pouca de arroz se havia um número razoável de pessoas no local. Neste momento, ele teria segundo a vítima ficado emburrado. Após isso, a mulher avisou a ele que não precisava fazer mais arroz e que ela queria ir embora.

Quando estavam no carro no caminho de casa, o homem a espancou com socos no rosto na frente do filho e teria dito que, “isso é para você aprender a não me deixar nervoso”. Com medo, a vítima pulou do carro quando o veículo parou em um sinal vermelho e levou o filho fugindo do marido. Ela pediu medidas protetivas de urgência.