Na madrugada deste sábado (20), motorista foi preso em Água Clara, a 193 quilômetros de Campo Grande, com quase meio milhão de reais sem procedência. Ele alegou que levaria o valor até a região de fronteira, em Ponta Porã.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), equipe abordou o motorista na BR-262 e, em vistoria, encontrou o dinheiro escondido no veículo. Os valores estavam no porta-malas, dentro da caixa de som, e também no forro dos bancos.

Eram pacotes de R$ 1mil, R$ 2 mil, R$ 5 mil e R$ 10 mil que totalizavam aproximadamente R$ 500 mil. Os pacotes não foram abertos para preservar as embalagens. Questionado, o motorista disse que levaria o dinheiro de Três Lagoas até Ponta Porã, onde entregaria para um cambista.

Ainda segundo o suspeito, o ‘serviço’ de transporte do dinheiro era feito como forma de pagamento por dívida de droga que adquiriu no presídio, quando cumpria pena por tráfico. O suspeito e o dinheiro foram encaminhados para a Polícia Federal em Três Lagoas.