Polícia

Morto a tiros teria agredido o mandante após descobrir que comprou moto furtada dele

Ele teria tirado satisfação com o autor

Renata Portela e Danielle Errobidarte Publicado em 24/05/2021, às 13h30

Rapaz foi assassinado em um terreno
Rapaz foi assassinado em um terreno - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

A morte de Yury Salazar Fialho, de 21 anos, no fim da manhã desta segunda-feira (24), no Portal da Lagoa, teria ocorrido após ele se envolver em uma briga no domingo (23). A discussão entre ele e o suposto mandante do assassinato ocorreu após Yuri descobrir que tinha comprado do autor uma motocicleta furtada.

Segundo o delegado Jeferson Rosa Dias, da 2ª Delegacia de Polícia Civil, que esteve no local, Yuri foi atingido por pelo menos 5 disparos de arma de fogo. Os tiros que seriam de revólver calibre 38 ou 357 atingiram a região do tórax da vítima, bem como braço e pescoço. Ele ainda teria tentado se defender do atirador.

No local, foi apurado pela polícia que Yuri tomava tereré com pelo menos três amigos, embaixo de uma árvore em um terreno cercado. Em determinado momento, o autor teria chegado e feito os disparos, próximo ao rapaz. O homicídio teria sido encomendado por uma terceira pessoa.

Conforme o delegado Jeferson, Yuri comprou uma Honda Fan há aproximadamente um ano e recentemente descobriu que o veículo era furtado. Com isso, teria se desentendido com o vendedor no domingo, o agredindo. O suspeito não teria gostado e, assim, acabou contratando um atirador para matar a vítima.

A família de Yuri é de Corumbá e ele tinha um tio em Campo Grande. Corpo de Bombeiros e GOI (Grupo de Operações e Investigações) também estiveram no local, além da Perícia. O caso será investigado como homicídio qualificado.

Jornal Midiamax