Polícia

Morre motorista de caminhonete que dirigiu baleado até hospital na fronteira

Ele chegou a ser transferido para UTI em Ponta Porã, mas não resistiu aos ferimentos

Danielle Errobidarte Publicado em 14/04/2021, às 18h43

Homem conseguiu chegar a hospital, onde passou por cirurgia.
Homem conseguiu chegar a hospital, onde passou por cirurgia. - (Foto: Reprodução/ Capitán Bado)

Faleceu na tarde desta quarta-feira (14) o motorista de 41 anos que foi baleado e conseguiu dirigir até o hospital, em sua caminhonete, na cidade de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã. Ele chegou a ser transferido para um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em Ponta Porã, mas não resistiu aos ferimentos.

Conforme o portal Capitán Bado, a vítima foi identificada como Escobar Castilho Júnior, de 41 anos, e dirigia sua caminhonete Toyota Hilux branca. Ele havia pedido para prepararem um tereré, em uma banca de rua, quando foi atingido pelos disparos, por volta das 12h30.

O homem ainda teria conseguido chegar até o veículo, que estava estacionado, e atingido outro carro no caminho. Ele deu entrada no hospital particular San Lucas, onde passou por cirurgia, e posteriormente enviado à Ponta Porã para a UTI. Nenhum suspeito foi preso até o momento.

Jornal Midiamax