Polícia

Moradores dizem que casal armado atirou 15 vezes após perseguir motorista em Campo Grande

Assustados com o atentado na tarde desta quarta-feira (17), os moradores do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, contaram ao Jornal Midiamax, nesta quinta-feira (18) que antes de bater no muro de uma casa, o motorista teria sido perseguido por um casal armado, que estava a pé. Um dos moradores que não quis se identificar […]

Thatiana Melo Publicado em 18/02/2021, às 08h49 - Atualizado às 14h15

(Henrique Arakaki, Midiamax)
(Henrique Arakaki, Midiamax) - (Henrique Arakaki, Midiamax)

Assustados com o atentado na tarde desta quarta-feira (17), os moradores do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, contaram ao Jornal Midiamax, nesta quinta-feira (18) que antes de bater no muro de uma casa, o motorista teria sido perseguido por um casal armado, que estava a pé.

Um dos moradores que não quis se identificar disse que a perseguição começou algumas ruas abaixo de onde o motorista bateu com seu carro no muro de uma casa. Ele disse que sua avó estava sentada na varanda da residência quando ouviu os barulhos de tiros, cerca de 15 disse ele.

Uma outra moradora contou que estava na companhia de sua mãe e filha, quando ouviu os barulhos e achou que seria o escapamento de motocicletas, mas depois percebeu que eram tiros, e foi nesse momento que viu um casal armado a pé fazendo os disparos contra o carro.

O filho do motorista teria descido desesperado atrás de ajuda para o pai, contou uma moradora. O homem foi socorrido por um popular e foi levado para uma unidade de saúde da região e depois para a Santa Casa. Equipes do Batalhão de Choque e da Polícia Militar foram até o bairro para fazerem buscas atrás dos possíveis autores.

O atentado aconteceu na rua Flor de Maio, quando o motorista estava em seu carro Gol, que foi atingido por vários disparos sendo que ele acabou perdendo o controle da direção batendo contra o muro de uma casa. A vítima acabou sendo socorrida por um morador e levado até o posto de saúde. Não há informações de quantos tiros acertaram a vítima.

Segundo populares contaram à polícia, o homem estava acompanhado de seu filho que fugiu do local logo após o crime. Dentro do carro os policiais encontraram um bastão de madeira com manchas de sangue, além de um projétil no assoalho do carona. Cerca de 11 projéteis foram recolhidos pela polícia.

Jornal Midiamax