Polícia

Membros do PCC colocam dinamite em muro de presídio da fronteira com MS para fuga

A polícia paraguaia localizou dinamite no muro da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, por onde presos membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) pretendiam fugir. O preso que seria do PCC teria conseguido escapar da cela, onde estavam mais quatro detentos paraguaios, […]

Thatiana Melo Publicado em 04/03/2021, às 07h35 - Atualizado às 10h45

(Foto: ABC Color)
(Foto: ABC Color) - (Foto: ABC Color)

A polícia paraguaia localizou dinamite no muro da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, por onde presos membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) pretendiam fugir.

O preso que seria do PCC teria conseguido escapar da cela, onde estavam mais quatro detentos paraguaios, e colocado no muro do presídio o artefato. Eles pretendiam explodir a muralha para dar fuga aos integrantes da facção criminosa, mas, o plano de fuga foi descoberto a tempo pelos agentes penitenciários.

Segundo o site ABC Color, com a descoberta do plano de fuga o ministro da Justiça decidiu por não deixar mais entrar nenhum detento na penitenciária, que hoje abriga cerca de 900 detentos. Ainda segundo o ministro, o plano de fuga já estava em andamento há dias.

Um pente-fino foi feito na penitenciária nesta terça-feira (2) para tentar localizar um possível túnel, que daria fuga aos detentos, mas nada foi encontrado. Os policiais acharam nas celas várias armas artesanais como algumas machetes e florestes, que seria da facção Clã Rotela, que é inimiga do PCC.

Também foram encontradas bebidas artesanais, celulares e pés de maconha nas celas. Todo o material foi apreendido. Em janeiro de 2020, uma fuga em massa aconteceu da penitenciária sendo que a maioria dos fugitivos eram membros da facção criminosa PCC.por trás do plano de fuga não teve o nome divulgado pelas autoridades paraguaias.

Jornal Midiamax