Polícia

Mãe flagra filha sem roupas sendo estuprada por marido em quarto

Após sete anos estuprando a enteada de 9 anos, um homem teve a manutenção da prisão preventiva que foi decretada pela Justiça de Itaquiraí a 402 quilômetros de Campo Grande. Os abusos começaram em 2014 e duraram até junho de 2020, quando o acusado foi preso. O homem se aproveitava da relação que tinha com […]

Thatiana Melo Publicado em 28/01/2021, às 09h07 - Atualizado às 17h57

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Após sete anos estuprando a enteada de 9 anos, um homem teve a manutenção da prisão preventiva que foi decretada pela Justiça de Itaquiraí a 402 quilômetros de Campo Grande. Os abusos começaram em 2014 e duraram até junho de 2020, quando o acusado foi preso.

O homem se aproveitava da relação que tinha com a menina por ser padrasto dela. E nas ausências da esposa estuprava a criança sistematicamente passando as mãos em suas partes íntimas e fazendo com que a menina passasse as mãos em seu órgão genital.

A descoberta do crime aconteceu no dia 21 de junho de 2020, quando a mãe da menina flagrou o marido no quarto do casal, sendo que a filha estava sem roupas em cima da sua cama e o autor ao lado da cama. Após ser flagrado, o homem ainda teria ameaçado de morte a mulher.

Ele acabou fugindo para a cidade de Naviraí, mas foi preso e nesta quinta (28) foi mantida a sua prisão preventiva. A decisão foi publicada no Diário da Justiça.

Jornal Midiamax