Polícia

Mãe enforca a filha de três anos e depois se mata em cidade do Paraguai

A Polícia do Paraguai investiga duas mortes na cidade de Yaguarón, no Departamento de Paraguarí. Os corpos de uma mulher de 39 anos, identificada como Lisa Aquino e de sua filha de três anos foram encontrados no quarto de uma casa neste final de semana. Pelas evidências, a perícia trabalha com a hipótese de homicídio […]

Marcos Morandi Publicado em 18/01/2021, às 06h07 - Atualizado às 12h02

Corpos foram encontrados em um dos quartos da casa. (Foto: ABC Color)
Corpos foram encontrados em um dos quartos da casa. (Foto: ABC Color) - Corpos foram encontrados em um dos quartos da casa. (Foto: ABC Color)

A Polícia do Paraguai investiga duas mortes na cidade de Yaguarón, no Departamento de Paraguarí. Os corpos de uma mulher de 39 anos, identificada como Lisa Aquino e de sua filha de três anos foram encontrados no quarto de uma casa neste final de semana. Pelas evidências, a perícia trabalha com a hipótese de homicídio seguida de suicídio.

De acordo com informações até agora apuradas pela polícia, a mulher aparentemente foi acometida por um quadro depressivo agudo, no qual caiu após a separação de seu último parceiro, pai de sua filha de três anos.

Os agentes que chegaram ao local, encontraram no quarto o celular da mulher, no qual havia mensagens ameaçadoras enviadas ao ex-companheiro, como se ela fosse fazer algo para que nunca mais voltasse a ver a filha, conforme publicou o ABC Color.

Nas mensagens, o marido, que trabalha como motorista de ônibus interurbano, pedia que ela levasse a menina para a casa da mãe (avó paterna). Na casa também foi encontrada uma carta escrita à mão pela mulher e que está sendo analisada pelo Ministério Público.

A tragédia só foi descoberta pela manhã, quando a mãe de Lisa chegou em casa muito cedo, como ela costuma fazer quase todos os dias, e quando abriu a porta e se deparou com a filha e a neta dependuradas nas cordas.

Jornal Midiamax