Polícia

Jovem procura a polícia com recém-nascido morto e polícia apura caso em MS

Caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil como morte a esclarecer

Dayene Paz Publicado em 29/06/2021, às 12h17

None
Caso foi registrado na Delegacia de Atendimento à Mulher de Dourados | Imagem: Divulgação

Recém-nascido deu entrada morto na madrugada desta terça-feira (29) no Hospital Universitário, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. O caso foi registrado como morte a esclarecer na delegacia de Polícia Civil e será apurado.

Quem procurou a polícia foi uma conselheira tutelar, que recebeu uma ligação do hospital informando sobre o caso. Segundo o relato, uma jovem indígena de 19 anos deu entrada no hospital na manhã desta terça, informando que teria realizado o parto de seu filho em casa, na Aldeia Bororó.

Em seu primeiro relato no hospital, a jovem disse que durante a noite desta segunda-feira (28), acionou o Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), mas ninguém compareceu na aldeia. Então foi realizado o parto em casa, sendo ajudada pela avó. Ao nascer, ela afirma que o bebê chorou, porém não foi alimentado e o enrolou em um cobertor.

Em segundo momento, para o médico, a jovem contou que pediu para a família acionar o Sesai ao sentir as contrações, mas ninguém ligou para a Secretaria. Foi realizado o parto e nesta manhã, ela percebeu que o bebê estava muito quieto e resolveu ir até o hospital. Quando recebeu atendimento foi observado que o recém-nascido já estava em óbito. A enfermeira acredita que o óbito ocorreu na madrugada.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil como morte a esclarecer e será apurado.

Jornal Midiamax