Polícia

Interrogado, acusado de tentar matar 'colega' após briga em bar afirmou que estava cansado de apanhar

Vítima está internada em estado grave em Campo Grande, respirando com ajuda de aparelhos

Dayene Paz Publicado em 09/06/2021, às 16h45

None
Imagem ilustrativa

Em depoimento à Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (09), o homem de 54 anos, que desferiu vários golpes de faca no colega, de 57, após briga em bar no bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande, afirmou que cometeu o crime porque estava cansado de apanhar da vítima. O homem teve as vísceras expostas após ser atingido pelos golpes e está internado em estado grave na Santa Casa da Capital.

O crime ocorreu no final da tarde de sábado, último dia 5 de maio, em Campo Grande. De acordo com o delegado da 3ª Delegacia de Polícia, Ricardo Meirelles, vítima e autor costumavam frequentar o bar. "No dia dos fatos o autor declarou que levou um soco da vítima, então foi até sua casa e retornou com a faca, aquelas usadas em churrasco".

O autor então desferiu seis facadas na região abdominal da vítima, que chegou a ter as vísceras expostas. Encaminhado para a Santa Casa, ele passou por cirurgia e segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A vítima está sedada e intubada, respirando com ajuda de aparelhos.

O autor chegou a ser preso em flagrante pelo crime, mas foi liberado pela Justiça com o uso de tornozeleira eletrônica. Ele está sendo ouvido pelo delegado Ricardo Meirelles, sendo indiciado pelo crime de tentativa de homicídio qualificado por usar recurso que dificultou a defesa do ofendido e motivo fútil. O caso segue em investigação pela 3ªDP.

Jornal Midiamax