Polícia

Internado na Santa Casa, ferido com tiro na cabeça pela esposa tem prisão mantida

Ela tentava se defender do marido

Renata Portela Publicado em 24/05/2021, às 13h38

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Arquivo, Midiamax)

Em audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (24), foi definida prisão preventiva do homem de 44 anos, ferido a tiro pela esposa no domingo (23). Ele teria tentado atirar na mulher, que para se defender conseguiu segurar a arma e os tiros atingiram o suspeito, que foi levado sob escolta policial, inconsciente para a Santa Casa.

A decisão do juiz foi sobre os crimes de tentativa de feminicídio e também da posse irregular de arma de fogo. Após o flagrante, não foi concedida fiança pela autoridade policial da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). O magistrado determinou a conversão do flagrante em prisão preventiva e expediu mandado.

Em estado grave após ser ferido com tiro na cabeça, na região dos olhos, o homem foi levado inconsciente para a Santa Casa. O estado de saúde é sigiloso, já que ele está sob escolta policial e o mandado de prisão foi entregue ao policia militar.

Entenda o caso

A mulher de 48 anos contou que é casada com o suspeito há aproximadamente 10 anos. Eles estavam dormindo em casa, quando o marido a acordou, para que fosse com ele comprar drogas. No entanto, a mulher recusou, quando o marido então buscou a arma de fogo que estava em uma mochila.

Com o revólver em mãos, o marido ameaçou a vítima, apontando a arma para ela. “Você vai sim, senão vou te matar”, disse. Neste momento, ele começou a agredir a vítima, que revidou e conseguiu segurar a mão do marido, virando a arma para ele. A arma estava engatilhada e disparou, atingindo o homem.

Ele caiu no sofá e a vítima acionou Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, desesperada. O homem foi levado em estado grave ao hospital e a mulher revelou que ele utilizava documento falso, já que estaria foragido da justiça.

Jornal Midiamax