Polícia

Indígena é morto com facada nas costas ao defender namorada em Dourados

A vítima tinha 19 anos e morreu na hora de defender a namorada após ela ter sido esfaqueada. Caso foi registrado na Polícia Civil

Nathália Rabelo Publicado em 03/10/2021, às 09h11

Índio foi morto com facada nas costas na aldeia Bororó
Índio foi morto com facada nas costas na aldeia Bororó - Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News

Genieliston Rosa Gonçalves, indígena de 19 anos da Aldeia Bororó, foi morto com um golpe de facada nas costas na madrugada deste domingo (3) na reserva indígena de Dourados. Segundo as informações da Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das três horas da manhã motivado por vingança.

Ainda de acordo com as informações policiais, relatadas pelo site Dourados News, a vítima estava com a namorada, uma adolescente de 17 anos, consumindo bebida alcoólica. Em dado momento, o casal se encontrou com outros dois adolescentes, de 16 e 17 anos, quando um deles esfaqueou a menina no rosto.

Para defender a companheira, Genieliston entrou na briga e foi ferido com um golpe de faca nas costas, morrendo no local. O suspeito e o companheiro fugiram após o crime, enquanto a adolescente era socorrida por uma equipe da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e encaminhada para o Hospital da Vida.

Após intervenção da Polícia Civil de Dourados, lideranças indígenas detiveram o adolescente de 17 anos. A principal hipótese é que o homicídio tenha sido motivado por vingança, já que o jovem é acusado de ter estuprado a adolescente, que o denunciou.

O menor foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), onde foi autuado em flagrante por homicídio simples e deverá ser transferido para a Unei (Unidade Educacional de Internação). O caso foi registrado na Polícia Civil da região.

Jornal Midiamax