Polícia

Idoso contrata falso advogado para fazer separação de bens e acaba despejado

Por não ter tido nenhuma defesa na ação, acabou despejado de casa.

Diego Alves Publicado em 08/10/2021, às 00h16

Foto meramente ilustrativa
Foto meramente ilustrativa

Um idoso de 64 anos procurou a polícia nesta quinta-feira (07) para denunciar um falso advogado em Campo Grande. A vítima disse na delegacia que contratou, em março de 2020, um advogado para atuar em sua separação de bens de divórcio.

A vítima disse que na época que ligou no telefone de um advogado, porém, quem atendeu foi o falso advogado. O golpista, segundo a vítima, contou que era sobrinho do advogado que o idoso estava procurando. Durante a conversa por telefone, o estelionatário falou que seu tio havia falecido em fevereiro de 2020, mentiu ao dizer que era advogado e alegou que estaria dando continuidade nas causas processuais do tio falecido.

A vítima chegou a dar R$ 6 mil para o golpista dar entrada no processo de separação de bens. Pelo fato de não ter tido nenhuma defesa na ação, acabou despejado de casa.

O idoso descobriu que era vítima de um golpe, após procurar a Defensoria Pública e saber que foi enganado, pois não tinha advogado de defesa na causa há dois anos. O caso foi registrado como estelionato contra idoso e exercício ilegal da profissão na Depac Centro.

Jornal Midiamax