Polícia

Ibama investiga exploração ilegal de madeira em terras indígenas na fronteira

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) realizou nesta terça-feira (02), fiscalização contra exploração ilegal de madeira em área remanescente de vegetação florestal nativa, na terra indígena Arroio-Korá, no município de Paranhos, a 477 quilômetros de Campo Grande. Participaram da ação a Polícia Federal de Ponta Porã e a Força […]

Renan Nucci Publicado em 02/03/2021, às 16h44 - Atualizado às 16h46

Fiscais do Ibama durante ação em terras indígenas
Fiscais do Ibama durante ação em terras indígenas - Fiscais do Ibama durante ação em terras indígenas

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) realizou nesta terça-feira (02), fiscalização contra exploração ilegal de madeira em área remanescente de vegetação florestal nativa, na terra indígena Arroio-Korá, no município de Paranhos, a 477 quilômetros de Campo Grande.

Participaram da ação a Polícia Federal de Ponta Porã e a Força Nacional de Segurança Pública. Conforme nota, há indícios de desmatamento e exploração na região que está inserida no bioma da Mata Atlântica, ou seja, é considerada de especial proteção pela legislação federal. 

Para os coordenadores do Ibama, a operação busca a integração entre os órgãos envolvidos e os indígenas, a fim de agilizar o atendimento às ocorrências ambientais e incentivar ações preventivas. “Essa integração trará muitos benefícios para a comunidade, tanto pelo alinhamento das ações quanto pela maior eficácia na busca do desenvolvimento sustentável”, diz a nota.

Jornal Midiamax