Polícia

Homem que escapou de chacina em 2017 é executado a tiros na fronteira

O paraguaio Jorge Enrique Yunis Ledezma de 26 anos, atingido a tiros no Jardim Aurora em Pedro Juan Caballero, morreu quando era atendido no hospital que foi levado por uma equipe da Sétima Comissaria, nesta sexta-feira (22). Ele foi atingido por mais de 10 disparos de pistolas quando dirigia um Voyage na Rua Guyra Campana […]

Diego Alves Publicado em 22/01/2021, às 21h06

Carro em que estava a vítima
Carro em que estava a vítima - Carro em que estava a vítima

O paraguaio Jorge Enrique Yunis Ledezma de 26 anos, atingido a tiros no Jardim Aurora em Pedro Juan Caballero, morreu quando era atendido no hospital que foi levado por uma equipe da Sétima Comissaria, nesta sexta-feira (22).

Ele foi atingido por mais de 10 disparos de pistolas quando dirigia um Voyage na Rua Guyra Campana no bairro Jardim Aurora. Ele foi atacado pelos pistoleiros e, segundo informações, estava com uma pistola não se sabe se ele chegou a reagir.

Jorge já tinha sido vítima de um atentado no dia 24 de julho de 2017. Nesta ocasião, ele estava em um Pub na Linha Internacional, em Pedro Juan Caballero, quando vários homens chegaram armados de fuzis e pistolas e dispararam centenas de tiros. Na oportunidade quatro pessoas morreram na chacina e várias outras ficaram feridas.

O comissário Amado Galeano da Polícia Nacional disse que não está descartada ligação entre a chacina de 2017 com o atentado da tarde desta sexta-feira, publicou o site MS em Foco.

Jornal Midiamax