Polícia

Homem que agredia esposa na fronteira é preso com mais de 8 toneladas de maconha

Droga foi encontrada durante atendimento de ocorrência de violência doméstica

Marcos Morandi Publicado em 23/07/2021, às 08h30

Para disfarçar "cheiro" de maconha, caminhão estava coberto com fezes de frango
Para disfarçar "cheiro" de maconha, caminhão estava coberto com fezes de frango - Divulgação

O Destacamento da Polícia Militar do Distrito de Nova Itamarati, em Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, apreendeu oito toneladas e 800 quilos de maconha. A apreensão da droga e a prisão de duas pessoas acusadas de tráfico aconteceram nas proximidades da Lagoa Proibida, onde os militares foram atender a uma ocorrência de violência doméstica.

No local, havia um barracão e dois homens, um de 22 e outro de 24 anos, estavam na propriedade rural. Um deles disse que era o caseiro do lugar e o outro alegou ser morador da região. O caseiro disse que o barracão era usado como depósito de produtos agrícolas.

Entretanto, ao vistoriar o galpão, os militares encontraram centenas de fardos de maconha e um caminhão C 60, carregado da droga e coberto com fezes de frango. A “cama de frango” seria usada para disfarçar o cheiro da droga durante o transporte.

No local, também estavam uma adolescente de 17 anos e dois filhos dela, um de nove meses e outro de três anos. Ela contou que constantemente era ameaçada pelo esposo, de 24 anos, e que resolveu pedir ajuda da polícia.

Os dois homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados para a Polícia Civil de Ponta Porã. O esposo da adolescente também vai responder pelo crime de violência doméstica.

Esta foi a maior apreensão de droga já realizada pelo 4º Batalhão da Polícia Militar de Ponta Porã. Estima-se um prejuízo ao crime organizado de aproximadamente R$ 9 milhões.

Jornal Midiamax