Polícia

Gerente de fazenda que lucrou mais de R$ 100 mil vendendo gado do patrão é solto

Ele foi liberado mediante pagamento de fiança

Renata Portela Publicado em 12/05/2021, às 13h11

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Após passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (12), homem de 45 anos que trabalha como gerente de uma fazenda foi liberado mediante pagamento de fiança. Ele é acusado de furtar e vender gado do patrão e, com isso, já teria lucrado mais de R$ 100 mil em um ano.

A decisão da juíza Eliane de Freitas Lima Vicente foi de conceder a liberdade provisória ao acusado, mediante o pagamento de fiança no valor de três salários mínimos. Ainda nesta manhã, foi emitida a guia de depósito para o suspeito, de R$ 3,3 mil, que até o início desta tarde não foi recolhido.

Abigeato

O gerente da fazenda foi preso na terça-feira (11) por equipe do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), por furtar e vender gado da propriedade rural em que trabalhava, em Anhanduí.

A vítima descobriu os furtos após o gerente tentar vender três bezerros por R$ 9,6 mil. No entanto, o comprador teria desconfiado e entrado em contato com o dono da fazenda, que negou a autorização da venda. Assim, o fazendeiro acabou descobrindo e identificando os furtos.

O gerente acabou preso e confessou os crimes, revelando que no último ano negociou bezerros e novilhas do patrão, para quem trabalhava há três anos. Ele já teria vendido mais de 60 animais e lucrado mais de R$ 100 mil, embora vendesse com valor abaixo de mercado e sem nota.

Com o dinheiro, o gerente da fazenda comprou um Onix, uma camionete L-200, além de mobiliar toda a casa com móveis caros.

Jornal Midiamax