Conforme o boletim de ocorrência, na noite do dia 3 de dezembro, Jacson foi socorrido por um desconhecido, que o viu sendo ferido a tiro. O homem contou que saía da igreja quando viu a vítima correndo e o autor do crime logo atrás.

A testemunha acabou socorrendo Jacson e contou que não o conhecia. Ele foi encaminhado em estado grave ao hospital e transferido para Dourados. O tiro atingiu a mandíbula da vítima e atravessou para o outro lado. Jacson faleceu às 5 horas de domingo.

O caso é investigado como homicídio simples.