Polícia

Esposa de réu que deu início à Omertá é presa com material pornográfico infantil em pendrives

Vítimas dos vídeos são conhecidas de Eliane Benítez Batalha dos Santos

Danielle Errobidarte Publicado em 07/06/2021, às 13h44

None
(Foto: Henrique Arakaki / Arquivo Midiamax)

Foi presa durante a Operação Acalento, deflagrada pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) na manhã desta segunda-feira (7), Eliane Benítez Batalha dos Santos, esposa do ex-guarda municipal Marcelo Rios, réu que deu início às investigações da Operação Omertá.

Após investigações, foi realizada busca e apreensão na casa de Eliane e encontrado material pornográfico em alguns pen-drives. As vítimas, segundo apurações da Polícia Civil, eram conhecidas de Eliane. A quantidade das imagens apreendidas ainda não foi divulgada. Ela responderá pelo crime de armazenamento de conteúdo pornográfico infantil, previsto no artigo 214 B do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Na 1º fase da Operação Omertà, um arsenal foi descoberto em uma residência no bairro Monte Líbano, em Campo Grande, que estava sob a guarda de Marcelo Rios, ex-guarda-municipal preso e que agora ocupa uma cela no Presídio de Segurança Máxima de Mossoró. O armamento era composto por fuzis, pistolas e outros armamentos pesados de guerra.

Jornal Midiamax