Polícia

Espancada a garrafadas pelo ex-namorado morre na Santa Casa após 3 meses internada

Morreu na manhã deste sábado (20), na Santa Casa de Campo Grande, Venuzina Fátima Mendes Leite. Ela estava internada desde dezembro de 2020 após ser espancada pelo ex-namorado que foi preso no mesmo dia do crime. Venuzina não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado (20), detalhes não foram passados pela assessoria de […]

Thatiana Melo Publicado em 20/03/2021, às 11h51 - Atualizado às 11h58

Homem foi preso no mesmo dia.( Imagem: Divulgação)
Homem foi preso no mesmo dia.( Imagem: Divulgação) - Homem foi preso no mesmo dia.( Imagem: Divulgação)

Morreu na manhã deste sábado (20), na Santa Casa de Campo Grande, Venuzina Fátima Mendes Leite. Ela estava internada desde dezembro de 2020 após ser espancada pelo ex-namorado que foi preso no mesmo dia do crime.

Venuzina não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã deste sábado (20), detalhes não foram passados pela assessoria de comunicação do hospital. O crime aconteceu no dia 19 de dezembro de 2020, quando ela foi espancada pelo ex-companheiro com garrafadas.

O crime ocorreu no bairro Residencial Mata do Jacinto e a mulher foi socorrida desacordada pela equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ela estava separada do autor há cerca de sete meses e havia, inclusive, uma medida protetiva contra ele. No entanto, mesmo ele usando tornozeleira eletrônica, não deixou de perseguir a mulher.

Ela foi abordada no meio da rua pelo ex, que a golpeou com uma garrafa de cerveja, em seguida a derrubou no chão, começando a desferir chutes, socos, até que ela desmaiasse. O homem só parou depois que a amiga se jogou em cima da vítima para impedi-lo e seu filho apareceu com uma barra de ferro.

O autor do crime foi localizado no mesmo dia, em um bar. A Deam informou que representou pela prisão preventiva do homem acusado por tentativa de feminicídio, que foi deferida pela Justiça.

Jornal Midiamax