Polícia

Espancada a garrafadas pelo ex em Campo Grande, mulher está em estado grave no hospital 

A mulher de 44 anos, que foi espancada pelo ex-companheiro na madrugada do último sábado (19), em Campo Grande, está internada em estado grave na Santa Casa. O acusado pelo crime, um homem de 35 anos, foi preso no mesmo dia. A Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) já pediu sua prisão preventiva, que […]

Dayene Paz Publicado em 21/12/2020, às 10h44 - Atualizado às 10h48

Homem foi preso no mesmo dia. Imagem: Divulgação
Homem foi preso no mesmo dia. Imagem: Divulgação - Homem foi preso no mesmo dia. Imagem: Divulgação

A mulher de 44 anos, que foi espancada pelo ex-companheiro na madrugada do último sábado (19), em Campo Grande, está internada em estado grave na Santa Casa. O acusado pelo crime, um homem de 35 anos, foi preso no mesmo dia. A Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) já pediu sua prisão preventiva, que foi deferida pela Justiça.

O crime ocorreu no bairro Residencial Mata do Jacinto e a mulher foi socorrida desacordada pela equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). De acordo com as informações que constam em boletim de ocorrência, ela está separada do autor do crime há cerca de sete meses e havia, inclusive, uma medida protetiva contra ele. No entanto, mesmo ele usando tornozeleira eletrônica, não deixou de perseguir a mulher.

Na madrugada do último sábado, a vítima – acompanhada de uma amiga -, seguia para casa, pois nunca andava sozinha, com medo do autor. A mulher então foi abordada no meio da rua pelo ex, que a golpeou com uma garrafa de cerveja, em seguida a derrubou no chão, começando a desferir chutes, socos, até que ela desmaiasse. O homem só parou depois que a amiga se jogou em cima da vítima para impedi-lo e seu filho apareceu com uma barra de ferro.

A mulher foi socorrida desacordada e se encontra em estado grave na Santa Casa de Campo Grande. Conforme a comunicação do hospital, ela segue sedada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com traumatismo craniano. De acordo com a polícia, o autor do crime foi localizado no mesmo dia, em um bar. A Deam informou que representou pela prisão preventiva do homem acusado por tentativa de feminicídio, que foi deferida pela Justiça.

Jornal Midiamax