Polícia

Encontrada em hotel da fronteira, estudante do MT morreu de infarto

Giovanna Karollinne Teles Ferreira havia cursado medicina em uma universidade de Pedro Juan Caballero até o final do ano passado

Marcos Morandi Publicado em 16/10/2021, às 08h29

A jovem também tinha um histórico de epilepsia e a morte repentina chocou parentes e amigos
A jovem também tinha um histórico de epilepsia e a morte repentina chocou parentes e amigos - Reprodução/redes sociais

A jovem Giovanna Karollinne Teles Ferreira, de 20 anos, encontrada em um quarto de hotel de Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, morreu em decorrência de um infarto.  É o que apontou o laudo pericial expedido pelo médico Silvio Rocha, do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

Segundo informações policiais, a jovem tinha um histórico de epilepsia e o caso da morte repentina chocou parentes e amigos. Um irmão dela se deslocou de Santa Catarina para o Mato Grosso do Sul para ajudar nos trâmites legais para a liberação do corpo que será levado para o sepultamento em Rondonópolis.

Ainda de acordo com informações até agora apuradas, no corpo da vítima não havia sinais de violência ou de uso de entorpecente. Giovanna havia cursado medicina em uma universidade de Pedro Juan Caballero até o final do ano passado e voltado para a cidade dela depois de trancar a matrícula. Ela estava em Ponta Porã para visitar amigos.

Ela se hospedou no hotel e como não saiu do quarto no dia interior (14), funcionários estranharam o sumiço dela e, quando entraram no local, encontraram a jovem morta. O corpo deve seguir para o Mato Grosso, onde será sepultado provavelmente na manhã de domingo.

Jornal Midiamax