Polícia

Em liberdade há 5 meses, ladrão atacado por abelhas vai ficar preso novamente

Ele bateu em uma cachopa ao tentar furtar

Renata Portela Publicado em 16/04/2021, às 13h52

Suspeito foi detido após o ataque das abelhas
Suspeito foi detido após o ataque das abelhas - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Aos 27 anos e com extensa ficha por furtos, ladrão preso em flagrante na manhã de quinta-feira (15) após provocar um ataque de abelhas vai voltar para o presídio. Ele foi posto em liberdade em novembro de 2020 e agora ficará preso.

Conforme relatado pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, que presidiu a audiência de custódia, o autor teve alvará de soltura expedido em 28 de novembro de 2020. Por não ter comprovação de trabalho lícito ou de residência fixa, além das inúmeras passagens por furto, não foi recomendada a concessão de liberdade.

Com isso, foi determinada a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva ao homem, que deve seguir para o presídio.

Relembre o caso

O bandido tentou entrar em uma casa no Piratininga, pulando os muros, quando acabou batendo em uma cachopa de abelhas. Neste momento, moradores viram a ação do autor e armados com pedaços de paus foram até o bandido desferindo dois golpes contra ele.

No entanto, as abelhas começaram a atacar tanto o bandido como os moradores. Assim, o ladrão conseguiu se desvencilhar e fugiu pulando os muros das residências se escondendo em outra casa. O Corpo de Bombeiros foi acionado e acabou encontrando o autor escondido em um imóvel.

Ele foi detido até a chegada da Polícia Militar. O autor teve que ser levado para uma unidade de saúde, por conta das picadas das abelhas. Na casa que o bandido tentou invadir estavam uma mulher e uma bebê, que estavam trancadas no quarto para fugir dos ataques das abelhas.

Jornal Midiamax