Polícia

Em 48h, duas vítimas de cárcere privado são libertadas em cidade de MS

Os autores, maridos das vítimas, foram presos em flagrante

Danielle Errobidarte Publicado em 28/10/2021, às 13h42

None
(Foto: Divulgação/ PM)

Conforme informações do boletim de ocorrência, policiais de Ribas do Rio Pardo cumpriam decisão judicial de medida protetiva de urgência, quando encontraram a primeira vítima, de 51 anos, que estaria em cárcere privado há cerca de 45 dias.

O autor a proibia de sair de casa e telefonar para outras pessoas, sob ameaça de morte. Ele teria a ameaçado dizendo que, caso ela chamasse a polícia, a mataria antes mesmo de ser preso.

A vítima conseguiu pegar o telefone nesta quarta-feira (27), sem que o marido percebesse e, por meio do WhatsApp, pediu socorro à Defensoria Pública. A Polícia Civil foi acionada e liberou a vítima. O autor foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Já na manhã desta quinta-feira (28), homem, de 43 anos, foi preso suspeito de praticar cárcere privado e lesão corporal contra a esposa. Ao chegarem à residência do casal, os policiais foram informados, pela vítima, de que o marido praticava violência psicológica e corporal contra ela.

[Colocar ALT]
Faca foi localizada na residência. (Foto: Divulgação/ PM)

A mulher estava com lesões nos olhos e contou que o marido havia ameaçado ela com uma faca, objeto que foi localizado escondido embaixo de um sofá da varanda da residência. Ele teria dito que, caso ela saísse de casa, a mataria.

O homem ainda trancava o cadeado do portão e escondia a única chave — que foi encontrada dentro de uma máquina de lavar roupas, junto a um canivete do suspeito. A porta da cozinha estava com um furo, que a vítima disse ter sido feito pelo companheiro com a mesma faca que indicou, como forma de intimidação. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia.

Jornal Midiamax