Polícia

Durante aniversário, padrasto estupra enteada de 11 anos em Campo Grande

Menina contou à tia e mãe que era abusada pelo mecânico

Thatiana Melo Publicado em 04/10/2021, às 11h01

None
(Ilustrativa)

Durante uma festa de aniversário em Campo Grande, uma menina de 11 anos acabou estuprada pelo padrasto, um mecânico de 22 anos. A menina relatou os abusos para a mãe e a tia, que acionaram a polícia. 

O crime já acontecia há pelo menos 1 ano, começando em 2020 e sendo descoberto em abril de 2021. Consta na denúncia que, durante uma festa de aniversário, o mecânico se aproveitou para beijar a garota. Depois disso, os abusos se tornaram constantes e sempre quando a criança era deixada aos cuidados do autor.

Em uma das ocasiões, a menina contou que o padrasto a chamou para ir ao quarto dele e da mãe, pedindo para que ela tirasse a roupa. Em seguida, o mecânico também se despiu e a estuprou. Em depoimento especial, a criança contou que pediu para que o padrasto parasse, mas ele continuou.

O mecânico só interrompeu os abusos quando ouviu barulhos do portão abrindo, e neste momento de vestiu rapidamente. A irmã dele chegou a casa no momento do crime. Após a menina contar sobre o estupro para a mãe, o mecânico acabou preso. 

Ele foi condenado a 14 anos de reclusão, regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade. Também foi condenado ao pagamento de R$ 1 mil reais. A sentença foi proferida no dia 29 de setembro deste ano.

Jornal Midiamax