Polícia

Operação Ouro Branco prende dois com mil maços de cigarros contrabandeados em MS

Operação Ouro Branco cumpriu 80 mandados de busca e apreensão e de prisão

Thatiana Melo Publicado em 19/10/2021, às 08h37

None
(Arquivo)

Durante o cumprimento dos mandados da Operação Ouro Branco, deflagrada nessa segunda-feira (18), por policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), dois homens acabaram presos, no bairro Jardim Campo Alto, em Campo Grande.

Foram presos Raimundo Nonato Pereira, de 44 anos, e Carlos Eduardo da Silva, de 40 anos. Na residência, os policiais estavam cumprindo um mandado de prisão contra Carlos e encontraram uma carretinha com 1 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. 

Raimundo revelou que os cigarros seriam dele e que passou a vender os cigarros há 2 meses por dificuldades financeiras. Ele disse que trabalha como entregador e estava na casa do amigo após brigar com a esposa.

Já Carlos disse que não sabia que o amigo estava vendendo cigarros contrabandeados, e sabia que era crime. Não há informações sobre qual era o crime imputado a Carlos para o cumprimento do mandado de prisão. 

Família presa x operação

Uma família inteira — mãe, marido e filha — foi presa durante a deflagração da Operação Ouro Branco feita pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), na manhã de segunda-feira (18), em Campo Grande, durante o cumprimento de mandados.

Além dos três da mesma família, entre eles 'Playboy', outros dois homens foram presos e encaminhados para a delegacia. Ao todo, são cumpridos 16 mandados de prisão e 64 de busca e apreensão em vários pontos da cidade. 

Segundo o delegado Hoffman D’Ávila, foram apreendidos vários veículos e alguns dos alvos da operação encaminhados para a delegacia. A operação é contra lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Jornal Midiamax