Polícia

Dono de terreno é multado em R$ 10 mil por desmatar mata ciliar de córrego

Córrego Corrente

Diego Alves Publicado em 28/04/2021, às 21h05

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aquidauana autuou um campo-grandense em R$ 10 mil por desmatamento de matas ciliares de córrego urbano em seu terreno no Distrito de Palmeiras

De acordo com a polícia, durante fiscalização no Distrito de Palmeiras, no município de Dois Irmãos do Buriti hoje (28), Policiais Militares Ambientais de Aquidauana localizaram a supressão de vegetação de matas ciliares do córrego Corrente, localizado no perímetro urbano do Distrito.

O proprietário do terreno, de 35 anos, desmatou uma área de quase 4 mil metros quadrados de vegetação protegida, sem autorização ambiental. A área foi desmatada até 14 metros do leito do córrego, em local que deveriam ser preservados 30 metros, conforme as normas. O infrator alegou que retirou a vegetação nativa para limpeza do seu terreno e não sabia que a área margeando o córrego seria protegida. As atividades foram paralisadas.

Contra o infrator, um vendedor residente Campo Grande, foi confeccionado um auto de infração administrativo e foi arbitrada multa de R$ 10 mil. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. O autuado foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA), junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax