Dois meses após o término do relacionamento, um homem de 26 anos invadiu a casa da ex-companheira, no bairro Zé Pereira, em Campo Grande, e ainda tentou estuprá-la. Quando a GCM (Guarda Civil Metropolitana) chegou no local, o autor ainda estava na casa. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (11) e foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Conforme as informações do boletim de ocorrência, a mulher contou que teve um relacionamento de seis anos com o suspeito e estão separados há cerca de dois meses. A mulher já registrou boletim de ocorrência contra o ex e possui medidas protetivas. Ainda, conforme as informações, eles possuem dois filhos juntos.

Nesta manhã, a mulher foi surpreendida pelo homem, que entrou no local, arrombando a porta e passando a xingá-la de vagabunda. Depois, tentou agarrar a vítima, afirmando que ela seria mulher dele. Durante esse tempo, a vítima gritou por socorro e tentava se desvencilhar do homem. Ele ainda teria mandado que ela calasse a boca, afirmando que caso contrário, ele calaria.

As agressões só pararam com a chegada da Guarda, que foi recebida pela vítima, acompanhada do homem, no portão da residência. Assustada, a mulher teria relatado aos guardas que o homem invadiu a casa, xingou e tirou seu short, afirmando que ela seria sua mulher. No entanto, mais calma, afirmou que ele não chegou a cometer violência sexual, pois ela reagiu, o empurrando e gritando.