Polícia

Detetive que encomendou morte da mulher em MS é transferido para penitenciária

A ‘mãe de santo` Sueli da Silva de 53 anos, foi colocada em liberdade condicional

Marcos Morandi Publicado em 24/06/2021, às 07h54

Givaldo, mandante e José Olímpio (à direita) já estão PED
Givaldo, mandante e José Olímpio (à direita) já estão PED - Reprodução

O detetive particular Givaldo Ferreira Santos, 62 anos e José Olímpio de Melo Júnior de 33 anos, acusados de tramar e executar a empresária e também detetive particular Zuleide Lourdes Teles da Rocha, 57, foram transferidos nesta quarta-feira (23), para a Penitenciária Estadual de Dourados (PED).

Juntamente com Willian Ferreira dos Santos de 25 anos, Givaldo e José Olímpio tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Caio Márcio de Britto da 3ª Vara Criminal da comarca de Dourados. Entretanto, como foi preso na rodoviária de Jaciara, com destino a Cáceres, no Mato Grosso, William ainda não chegou a Dourados.

A outra pessoa envolvida na trama, Sueli da Silva de 53 anos, foi colocada em liberdade condicional. Ela teria atraído por telefone a vítima até o local que foi dominada e levada para uma mata e morta. Sueli também guardou a arma do crime e munições compradas por Givaldo no Paraguai para serem usadas no crime.

Jornal Midiamax