Polícia

Denúncia anônima leva a criança de 9 anos que era estuprada por padrasto de 74 em MS

Uma denúncia anônima levou a descoberta de que uma menina de 9 anos era estuprada pelo seu padrasto de 74 anos, na cidade de Camapuã a 135 quilômetros de Campo Grande. A criança contou que era ameaçada de morte pelo homem, caso contasse para alguém sobre os fatos. O homem acabou preso em fevereiro deste […]

Thatiana Melo Publicado em 25/03/2021, às 10h44 - Atualizado às 15h08

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Uma denúncia anônima levou a descoberta de que uma menina de 9 anos era estuprada pelo seu padrasto de 74 anos, na cidade de Camapuã a 135 quilômetros de Campo Grande. A criança contou que era ameaçada de morte pelo homem, caso contasse para alguém sobre os fatos.

O homem acabou preso em fevereiro deste ano após a denúncia e foi tentado pela defesa, a revogação de sua prisão tendo a aplicação de medidas cautelares, o que foi negado pelos magistrados tendo a decisão sido publicada no Diário da Justiça desta quinta-feira (25). O crime aconteceu em dezembro de 2020.

Segundo a denúncia, o crime aconteceu non dia 16 de dezembro de 2020 quando o idoso foi flagrado pelo ex-cunhado da mãe da menina beijando a enteada. Ao ver a cena, a testemunha saiu sem falar com a mulher.

Já em fevereiro deste ano, o caso foi descoberto após uma denúncia anônima que levou o Conselho Tutelar a ir até a residência da criança, onde ela foi entrevista pelos conselheiros.

A menina contou que o padrasto passava as mães em suas partes íntimas e depois fazia ameaças de morte a ela e sua mãe, caso o fato fosse revelado. Ele acabou preso.

Jornal Midiamax