Polícia

Concessionária encaminha nota à DGPC por causa da falta de energia em delegacias

Nota sobre a interrupção de energia causada pelo temporal de areia na última sexta-feira (15)

Diego Alves Publicado em 19/10/2021, às 23h57

Divulgação, Polícia Civil
Divulgação, Polícia Civil

A concessionária Energisa encaminhou nesta terça-feira (19) à DGPC (Delegacia Geral da Polícia Civil), uma nota sobre a interrupção de energia causada pelo temporal de areia na última sexta-feira (15). 

Em Campo Grande, além da DGPC, a DERF (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), 5ª DP e DEPACs tiveram oscilação de energia, dificultando o registro de ocorrências, mas o problema foi solucionado após algumas horas.Leia a nota:

“Uma análise coordenada pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontou que este foi o evento mais severo em relação a velocidade dos ventos, desde que existe medição no estado (40 anos), e o evento mais severo em descargas atmosféricas, desde o começo da medição, há 25 anos.  Nos dias 14 e 15, em Campo Grande, tivemos ventos de 98 km/h e, no estado, de até 145 km/h. As chuvas atingiram em alguns municípios 120 mm e os raios ultrapassaram 250 mil”, explicou.

Jornal Midiamax