Polícia

Com mandados em MS, operação da PF mira tráfico internacional de cocaína

Investigações começaram no Rio Grande do Sul e envolve ao todo sete estados

Marcos Morandi Publicado em 02/12/2021, às 07h11

Investigações começaram em 2020 depois que uma aeronave, usada para transportar cocaína, ficou danificada fazer pouso forçado
Investigações começaram em 2020 depois que uma aeronave, usada para transportar cocaína, ficou danificada fazer pouso forçado - Divulgação/PF

Uma operação desencadeada pela PF (Polícia Federal) em sete estados envolve 150 agentes. A ação batizada de Manifest, tenta desarticular uma organização criminosa de tráfico internacional de cocaína. Em Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, são cumpridos dois mandados de busca e apreensão e um de prisão.

Segundo informações da PF as investigações da Operação Manifest, começaram na cidade Muitos Capões, no Rio Grande do Sul, nos Campos de Cima da Serra, em dezembro de 2020, depois de um acidente aéreo.

Na ocasião, um avião utilizado para transportar cocaína sofreu avarias no momento do pouso. A aeronave permaneceu escondida, em meio à plantação, por cerca de uma semana. Ainda segundo a PF, são executadas ordens judiciais para bloqueio de imóveis e contas bancárias, sequestro e apreensão de 10 aeronaves e outros veículos e bens que estiverem em poder do grupo.

Jornal Midiamax