Polícia

Clandestinos: comerciantes que vendiam carne de animais furtados são alvos de operação

Nesta sexta-feira (12), operação da Polícia Civil apreendeu mais de 1 tonelada de carne clandestina em Miranda, cidade a 203 quilômetros de Campo Grande. O produto não tinha origem comprovada e seria de animais furtados de propriedades rurais. Conforme as informações da polícia, a operação foi denominada Minotauro e realizada em conjunto entre Delegacia Regional […]

Renata Portela Publicado em 12/02/2021, às 16h47 - Atualizado em 13/02/2021, às 13h33

Carne seria de animais furtados de fazendas / Divulgação, PCMS
Carne seria de animais furtados de fazendas / Divulgação, PCMS - Carne seria de animais furtados de fazendas / Divulgação, PCMS

Nesta sexta-feira (12), operação da Polícia Civil apreendeu mais de 1 tonelada de carne clandestina em Miranda, cidade a 203 quilômetros de Campo Grande. O produto não tinha origem comprovada e seria de animais furtados de propriedades rurais.

Conforme as informações da polícia, a operação foi denominada Minotauro e realizada em conjunto entre Delegacia Regional de Aquidauana, 1ª Delegacia de Aquidauana, Delegacia de Anastácio, de Dois Irmãos de Buriti, de Miranda e Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal).

Ainda de acordo com a polícia, a carne ilícita proveniente do abigeato é geralmente comercializada em estabelecimentos comerciais de Miranda. Atuaram na ação 20 policiais civis e 4 agentes do Iagro, na fiscalização e abordagem em mais de 10 mercearias, mercados e açougues.

Mais de uma tonelada de carne foi apreendida, clandestina, sem procedência e imprópria para o consumo. Outros alimentos também foram levados, em condições impróprias. Pelo menos uma pessoa foi presa durante a operação e a polícia alerta, já que a venda de carne clandestina estimula o furto de gados nas fazendas.

Jornal Midiamax