Polícia

Brasileiro que traficava armas internacionalmente para o PCC é expulso do Paraguai

Rodrigo Braga, de 35 anos, preso em San Bernardino na Grande Assunção, no Paraguai, era responsável por importar ilegalmente armas de fogo para o PCC (Primeiro Comando da Capital). Detido no último sábado (13), ele foi expulso do país vizinho para o Brasil. Conforme as informações da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), Rodrigo foi expulso pela […]

Renata Portela Publicado em 16/02/2021, às 12h52

Rodrigo foi expulso do Paraguai (Foto: Senad)
Rodrigo foi expulso do Paraguai (Foto: Senad) - Rodrigo foi expulso do Paraguai (Foto: Senad)

Rodrigo Braga, de 35 anos, preso em San Bernardino na Grande Assunção, no Paraguai, era responsável por importar ilegalmente armas de fogo para o PCC (Primeiro Comando da Capital). Detido no último sábado (13), ele foi expulso do país vizinho para o Brasil.

Conforme as informações da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), Rodrigo foi expulso pela Ponte da Amizade, entre Ciudad Del Este e Foz do Iguaçu (PR). No dia em que foi preso, ele chegou a apresentar documentação falsa em nome de Gabriel Mendes da Silva.

Também de acordo com a Senad, Rodrigo foi preso após troca de informações entre a polícia brasileira e paraguaia. O preso estava envolvido em crimes de tráfico de armas e drogas, que vinham da Europa, Estados Unidos, Ásia e Oriente Médio ao Brasil, a princípio para abastecer o PCC.

A Polícia Federal não informou para onde Rodrigo Braga foi levado, mas ele deve ser encaminhado para um presídio federal. Ele estava foragido no Brasil por tráfico de drogas e organização criminosa.

Jornal Midiamax