Polícia

Bolivianos que tentavam ir para a Europa com documentos paraguaios são presos

Agentes também encontraram certificados de vacinação contra febre-amarela e Covid-19

Marcos Morandi Publicado em 30/11/2021, às 10h03

Bolivianos foram barrados durante despacho de bagagens
Bolivianos foram barrados durante despacho de bagagens - Divulgação

Um casal de bolivianos foi preso na manhã desta terça-feira (29) com documentos emitidos em nome de cidadãos paraguaios. Eles foram descobertos no Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, por meio de uma ação desencadeada pela Senad, Diretoria de Migração, DINAC e Polícia Nacional de Informática.

Os Agentes Especiais da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) realizavam uma verificação de rotina quando duas pessoas chamaram. Elas estavam com passaportes e certificados de vacinação paraguaios, mas se apresentavam e se expressavam como estrangeiras.

Diante de tal situação, e em coordenação com a promotora Fátima Villasboa, e com agentes da Imigração e da Polícia Nacional, foram verificados os pertences de ambas as pessoas e encontrados seus documentos originais bolivianos.

Os detidos foram identificados como Adalid Rojas López, 32, natural de Cochabamba, que portava passaporte paraguaio em nome de Alberto David Fleitas González e Dajhana Jhisseth Ramos Farel, 21, que tinha passaporte paraguaio com o nome de Delma Vanina Escobar Marecos.

Com o casal, os agentes que atuam no Aeroporto Internacional também encontraram certificados de vacinação contra febre-amarela e duas doses contra Covid-19. Os comprovantes foram emitidos pelo Ministério da Saúde.

Jornal Midiamax