Polícia

Boliviana presa em MS despachando cocaína para Barcelona é expulsa do Brasil

Droga, que pesou 1,4 kg, estava em uma bolsa

Renan Nucci Publicado em 21/10/2021, às 09h53

None
Foto Ilustrativa

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul condenou uma Boliviana presa em Corumbá, a 429 quilômetros de Campo Grande, enviando cocaína pelos Correios a Barcelona, na Espanha. A sentença de 1 ano, 11 meses e 10 dias de prisão e mais 193 dias-multa foi convertida em prestação de pena pecuniária no valor de dois salários mínimos, bem como expulsão ou deportação.

Conforme denúncia oferecida pelo MPF (Ministério Público Federal), a ré foi flagrada por agentes da Polícia Federal, após denúncia anônima, em uma agência dos Correios de Corumbá no dia 7 de maio deste ano. Lá, tentava enviar para a Europa uma bolsa com 1,4 quilo de cocaína. Consta nas investigações que o material estava em meio a roupas infantis, mas levantou suspeita em razão do peso.

A boliviana disse, em sua defesa inicialmente, que a bolsa lhe foi entregue por duas pessoas desconhecidas, as quais teriam pedido o “favor” de enviar os produtos pelos Correios. Neste sentido, afirmou desconhecer o conteúdo da bolsa. “Como ressaltado pelo MPF, não é crível que a ré não tinha ciência da prática delitiva, já que é pessoa que conhece a fronteira e os crimes aqui praticados”, afirmou o Juízo ao avaliar o caso.

No entanto, a mesma acabou confessando que fez o transporte do material desde o Peru. Assim, a Justiça chegou a fixar a pena base, em um primeiro momento, em mais de 6 anos, contudo, foram aplicadas medidas atenuantes, como o fato de não haver prova de ligação da suspeita com o crime organizado, confissão e gravidade dos atos, motivo pelo qual foi condenada a 1 ano, 11 meses e 10 dias de prisão e mais 193 dias-multa, tendo a pena convertida.

Jornal Midiamax