Polícia

Após ‘sentir cheiro forte’, mulher encontra corpo do sogro aos fundos de casa em MS

Uma mulher, de 39 anos, encontrou o corpo do sogro, de 67 anos, na noite deste domingo (14) após “sentir um cheiro forte” vindo da edícula em que o senhor morava, no Aero Rancho, em Campo Grande. O corpo do homem já estava em estado de putrefação. Conforme o boletim de ocorrência, a nora do […]

Mariane Chianezi Publicado em 15/02/2021, às 07h28 - Atualizado às 11h03

Caso foi registrado na Cepol (Arquivo)
Caso foi registrado na Cepol (Arquivo) - Caso foi registrado na Cepol (Arquivo)

Uma mulher, de 39 anos, encontrou o corpo do sogro, de 67 anos, na noite deste domingo (14) após “sentir um cheiro forte” vindo da edícula em que o senhor morava, no Aero Rancho, em Campo Grande. O corpo do homem já estava em estado de putrefação.

Conforme o boletim de ocorrência, a nora do homem sentiu um forte odor vindo dos fundos da casa e ao ir verificar, pela fresta da janela, conseguiu ver o corpo do sogro já morto. Ela acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil, juntamente com a perícia, foram acionados.

Aos policiais, ela disse que viu o sogro pela última vez no dia 9 de fevereiro, na terça-feira passada. O idoso morava sozinho e era uma pessoa bastante reservada, relatou, segundo o documento pessoal. A filha do morador foi chamada e também reconheceu o corpo.

Não haviam sinais de arrombamento na casa ou qualquer vestígio de violência no corpo até o primeiro momento. A filha disse aos policiais que o pai também não problemas de saúde. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Cepol.

Jornal Midiamax