Homem de 35 anos, morador em , procurou a Polícia Civil nesta segunda-feira (12) para denunciar tentativa de . Um falso delegado teria cobrado R$ 25 mil dele, para que não o indiciasse por ‘pedofilia', por conta de uma conversa que teve com uma mulher supostamente menor de idade.

O homem explicou que uma mulher, no domingo (10), mandou solicitação de amizade pelo Facebook. Ele aceitou e durante um bate-papo, ela passou a espontaneamente enviar fotos nuas a ele. Já nesta terça-feira, um suposto delegado teria entrado em contato, alegando que a mulher era, na verdade uma adolescente e que o pai dela havia ido à delegacia registrar boletim de ocorrência.

O falso delegado disse ainda que se o homem aceitasse pagar os R$ 25 mil a título de , para custear tratamento psicológico à menor, o procedimento investigativo seria arquivado. Houve ainda ameaça de que, caso não concordasse, seria exposto nas como procurado.

Em seguida, o homem recebeu contato via WhatsApp de outra pessoa que se passava por pai da vítima, oferecendo acordo. Tal pessoa teria até mesmo enviado um documento, a fim de formalizar o pagamento. No entanto, o campo-grandense não aceitou nada, não pagou e procurou a polícia.