Conforme boletim de ocorrência, o homem disse que trabalha com compra e venda de sucatas e, na tarde de sexta-feira (24), atendeu o catador de latinhas, que queria vender o material recolhido. Durante a negociação, ficou acertado o valor de R$ 12. No entanto, no momento que o proprietário foi buscar o dinheiro para efetuar o pagamento, o catador se aproveitou para furtar algumas cédulas que estavam sobre a mesa e fugir.

Teve início uma perseguição, oportunidade em que o dono do ferro-velho  conseguiu alcançar o catador e o agrediu com pauladas. O catador fugiu e o homem voltou para o estabelecimento. Ocorre que, cerca de 15 minutos depois, chegaram seis homens ao ferro-velho e começaram a agredir o proprietário em retaliação pelo que havia ocorrido com o catador.

Um dos indivíduos estava armado, mas foi contido pelos demais, que pediram para que não matassem o proprietário. Eles deram vários golpes e chegaram a quebrar uma cadeira na vítima, que precisou de atendimento médico. O caso foi denunciado à Polícia Civil e está sendo apurado como furto e lesão corporal dolosa.