Polícia

Ao assistir vídeo sobre pedofilia em escola, garota chora e conta que era estuprada por avô de 70 anos

Mesmo com todas as evidências do crime, o homem acabou sendo absolvido

Thatiana Melo Publicado em 29/04/2021, às 09h25

None
(Ilustrativa)

Um caso de estupro cometido por um idoso de 70 anos contra a sua neta de 12 anos foi descoberto depois que a menina ao assistir uma aula na escola em que a professora passava um vídeo sobre pedofilia acabou contando a colegas o que estava acontecendo com ela. A adolescente chegou a chorar na escola.

Após menina contar com detalhes o que estava acontecendo em sua casa, já que ela morava com a mãe no mesmo terreno em que o avô, a diretora da escola acionou o Conselho Tutelar que fez a denúncia contra o idoso. Contas nos autos que o autor beijava a neta e dizia para ela que a amava tentando manter relações sexuais com a menina, que não foram consumadas.

Consta dos autos que o crime aconteceu em 2017, e que por diversas vezes o idoso abusou da neta se aproveitando de ficar sozinho com a menina quando a sua filha saia para trabalhar. Ele passava as mãos nos seios da garota, nas partes íntimas e a beijava na boca. Em uma das vezes em que estuprou a adolescente, o denunciado chegou a tirar suas próprias roupas e pedir que a vítima tocasse em seu órgão genital, mas ela se recusou.

A descoberta do crime aconteceu meses depois na escola onde ela estudava, quando ao assistir a um vídeo sobre pedofilia, começou a chorar e as suas colegas perguntaram-lhe o que tinha acontecido, quando a vítima, então, veio a confidenciar-lhes sobre os abusos sexuais sofridos, o que veio, em seguir, a relatar a diretora da escola.

A vítima foi ouvida no Creas local e lá confirmou os abusos. Mas, mesmo com todas as evidências do crime, nesta quinta-feira (29) foi publicado em Diário da Justiça a sua absolvição por falta de provas. Ainda que a vítima tenha alegado o abuso, o descreveu sem detalhes, sem precisão, se contradizendo, e sem qualquer expressão emocional intensa, relatou a decisão.

Jornal Midiamax