Polícia

Ano Novo teve estupro de criança e idosa, além de violência doméstica em Campo Grande

Nas primeiras horas de 2021, dois casos de estupro e dois de violência doméstica foram registrados pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), em Campo Grande. Em um deles, houve a prisão em flagrante de um homem de 28 anos, que agrediu a companheira. Os casos serão investigados pelas delegacias especializadas. De acordo com […]

Dayene Paz Publicado em 01/01/2021, às 11h13 - Atualizado às 17h48

(Arquivo, Midiamax)
(Arquivo, Midiamax) - (Arquivo, Midiamax)

Nas primeiras horas de 2021, dois casos de estupro e dois de violência doméstica foram registrados pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), em Campo Grande. Em um deles, houve a prisão em flagrante de um homem de 28 anos, que agrediu a companheira. Os casos serão investigados pelas delegacias especializadas.

De acordo com a delegada de plantão na Deam, Barbara Camargo Alves, uma menina de sete anos foi estuprada nesta madrugada e a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) deverá investigar o caso. Também durante a madrugada, uma idosa de 73 anos foi estuprada. Este último caso ficará com a Deam. Outras informações sobre os estupros não serão divulgadas, a fim de preservar as vítimas.

Ainda, foram registrados dois casos de violência doméstica durante a madrugada. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima contou que estava em uma confraternização com familiares na casa de sua sogra, na Vila Planalto, quando em determinado momento o autor passou a xingar a vítima sem motivo aparente. Ao tentar chamar um carro de aplicativo, o autor passou a agredi-la com soco na cabeça, tapas no rosto e socos no braço.

Familiares do homem tentaram segurá-lo, enquanto ele a ameaçava de morte, afirmando que tinha raiva da vítima. Ele ainda chegou a quebrar o celular da mulher, desconfiando que ela estivesse conversando com outro homem.

O outro caso de violência doméstica aconteceu em uma residência do Jardim Colibri. O homem de 34 anos, após ingerir bebida alcoólica, passou a agredir a companheira de 42. Na delegacia, a mulher ainda contou que estava separada e que o homem sempre foi bastante agressivo.

Jornal Midiamax