Polícia

Amigos acreditam que jovem foi morto com tiro no olho pelo ex da namorada

Testemunhas e amigos de Leandro da Silva Cavalcanti, de 20 anos, morto a tiro na madrugada desta terça-feira (23) no Aero Rancho, acreditam que o ex-namorado da jovem com quem ele se relacionava pode ser o autor do crime. O rapaz foi assassinado na frente de uma residência. Segundo conhecidos de Leandro, ele teria começado […]

Renata Portela Publicado em 23/03/2021, às 16h31 - Atualizado em 24/03/2021, às 09h15

Leandro foi morto a tiros no Aero Rancho (Reprodução, Facebook)
Leandro foi morto a tiros no Aero Rancho (Reprodução, Facebook) - Leandro foi morto a tiros no Aero Rancho (Reprodução, Facebook)

Testemunhas e amigos de Leandro da Silva Cavalcanti, de 20 anos, morto a tiro na madrugada desta terça-feira (23) no Aero Rancho, acreditam que o ex-namorado da jovem com quem ele se relacionava pode ser o autor do crime. O rapaz foi assassinado na frente de uma residência.

Segundo conhecidos de Leandro, ele teria começado a se relacionar com uma jovem, que tem um filho pequeno. A criança seria filha fruto de relacionamento anterior, que ela teve com um homem que depois acabou preso por tráfico de drogas. Ao saberem que ele estava se envolvendo com a jovem, teriam alertado sobre o ex.

Isso, porque o suspeito não gostava dos amigos dela. Conforme testemunhas, ele era “mau encarado” e os amigos teriam avisado Leandro que deveria se afastar da jovem, com quem estava se relacionando há aproximadamente um mês. Para os conhecidos, o detento, que já chegou a fugir e ser recapturado algumas vezes, seria o autor ou mandante do crime.

Uma vizinha contou ao Midiamax que os jovens sempre se reuniam na frente da casa onde Leandro foi morto, bebendo e fumando narguilé, mesmo com a pandemia. Outro vizinho afirmou que ouviu três tiros, mas não saiu para ver o que tinha acontecido.

Execução

O assassinato aconteceu por volta das 2 horas, quando Leandro estava sentado na frente da residência. Neste momento, o autor teria passado, encarando o grupo, e as mulheres decidiram entrar na casa por medo.

Foi nesse momento que o autor voltou e fez os disparos contra Leandro, o acertando no tórax, orelha e olho. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas a vítima já estava morta. Pelo menos cinco projéteis foram recolhidos no local.

Segundo o irmão de Leandro, ele estava sendo ameaçado pelo Facebook. As amigas de contaram que o autor fugiu em seguida com um comparsa que estava esperando na esquina em uma motocicleta. Ele era negro, magro e estava de blusa de cor azul.

Jornal Midiamax