Polícia

Ainda com cordão umbilical, bebê foi abandonado com sacola aberta para ‘respirar’

O bebê abandonado em sacola na manhã desta sexta-feira (29), no Bairro Guanandi, ainda estava com o cordão umbilical e teria sido deixada com a sacola aberta para poder respirar. As informações foram concedidas pela delegada da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Franciele Candotti. A mãe não responderá por crime […]

Mariane Chianezi Publicado em 29/01/2021, às 16h35 - Atualizado em 30/01/2021, às 11h57

Bebê foi encontrado em sacola plástica em Campo Grande | Foto: Fala Povo, Midiamax
Bebê foi encontrado em sacola plástica em Campo Grande | Foto: Fala Povo, Midiamax - Bebê foi encontrado em sacola plástica em Campo Grande | Foto: Fala Povo, Midiamax

O bebê abandonado em sacola na manhã desta sexta-feira (29), no Bairro Guanandi, ainda estava com o cordão umbilical e teria sido deixada com a sacola aberta para poder respirar. As informações foram concedidas pela delegada da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Franciele Candotti. A mãe não responderá por crime de tentativa de homicídio, devido às características do abandono. Ela deverá responder por abandono de incapaz.

Candotti explica que o objetivo é que a mãe da menina se apresente espontaneamente para que a situação seja esclarecida. “Podem haver problemas de vulnerabilidade envolvidos”, comentou. À reportagem, a delegada também destacou que a menina foi encontrada por uma moradora que passava pela rua na companhia da neta. “Ela imaginou que fosse um cachorro”, comentou.

As investigações trabalham com hipótese de que o parto tenha sido natural, em casa ou até mesmo na rua, devido a falta de vestígios de possível parto em hospital. A menina estava sem a pulseira de identificação, normalmente colocada em hospitais e, conforme as moradoras que a socorreram, ela ainda estava suja com pouco de sangue nos cabelos, corpo e sacola continha resquícios.

A delegada chamou atenção para que as mães que não têm a intenção de criar os bebês que gestam, é importante procurar a Vara da Criança, Idoso e da Mulher. Procurando os meios legais, mulher pode não responder por crime. Agora a polícia procura por câmeras de segurança para tentar identificar a mãe. O boletim de ocorrência ainda não foi registrado, disse a delegada.

Abandonado na calçada

À reportagem, a moradora que socorreu a menina disse que ao verem que sacola tinha um bebê, moradores acionaram os bombeiros e foram orientados a levá-la a uma unidade de saúde mais próxima.

Ainda com cordão umbilical, bebê foi abandonado com sacola aberta para 'respirar'
Sacola onde bebê foi deixada | Foto: Fala Povo/Midiamax

Greiciane da Silva, de 37 anos, disse que foi chamada por uma vizinha para ser avisada de que sacola na calçada poderia ser um cachorro. “Como a vizinha estava com uma criança no colo e estava com medo do que poderia ser na sacola, ela me chamou para eu ir ver. Quando cheguei perto, vi que era um bebê”, disse.

A mulher comenta que a menina estava enrolada em um cobertor, estava suja o cordão umbilical não estava com curativo. “Estava com uma secreção, a bebê estava suja de sangue e, para evitar que ela fosse prejudicada, somente limpamos e levamos à UPA”, comentou.

O Jornal Midiamax acionou a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que informou que a recém-nascida foi encaminhada para atendimento médico de urgência e que aparentava ter poucas horas de vida. “A bebê passou por atendimento médico de urgência e estava com os sinais vitais estáveis, sendo encaminhada a uma unidade hospitalar para realização de exames”, disse Sesau, em nota.

*matéria atualizada às 17h40 para acréscimo de informação

Jornal Midiamax