Polícia

Agentes penitenciários teriam ajudado presos do PCC em tentativa de fuga de presídio na fronteira

Os agentes estavam ‘servindo’ os presos da facção criminosa

Thatiana Melo Publicado em 06/08/2021, às 05h44

None
Presos que tentaram fugir da penitenciária (Divulgação)

Uma tentativa de fuga de pelo menos três presos da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, que fica a 346 quilômetros de Campo Grande, na noite desta quinta-feira (5), acabou frustrada após a descoberta do plano. Dois agentes penitenciários teriam ajudado.

Com a descoberta do plano de fuga vários blindados e viaturas policias foram enviadas ao presídio. Para a tentativa de deixar a penitenciária, os presos haviam cortado o alambrado e um buraco escavado para a saída dos internos. Já para pular a muralha, eles iriam usar cordas — conhecidas como Terezas.

Os agentes que estavam ajudando os detentos a fugirem foram identificados como Tomas Monge e Edgar Martines, segundo o site Ponta Porã News. Eles estariam a serviço da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), e já teriam sido flagrados em outra oportunidade ajudando os faccionados a fugirem. Eles foram demitidos e recontratados. 

Ainda segundo informações, a recontratação dos agentes será investigada. Uma camionete Hilux foi identificada nas proximidades do presídio, e descobriu-se que faria o resgate dos presos. Os detentos que iriam fugir foram identificados como Mário Neri Lopes, conhecido como ‘Tatuzinho’, César Esteban Ojeda e Luís Gustavo Rodrigues. 

Jornal Midiamax