Polícia

Agente penitenciário é morto a tiros na fronteira logo após turno de trabalho

Ele foi socorrido por colegas da penitenciária, a poucos metros do presídio, mas não resistiu aos ferimentos

Danielle Errobidarte Publicado em 26/05/2021, às 17h27

None
(Foto: Reprodução/ Dourados Informa)

Agente penitenciário, identificado como Juan Carlos Valiente Quiñonez, de 37 anos, foi baleado e morto por pistoleiros na manhã desta quarta-feira (26) na cidade de Dourados, distante 225 km da Capital. Ele estaria saindo do turno de trabalho e seguindo para casa.

Segundo o Dourados Informa, o agente trabalhava na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero e teria sido atacado pelos dois homens, em uma motocicleta, a cerca de 100 metros do presídio. A vítima foi levada para o hospital da cidade por colegas de trabalho, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo o Dourados Informa, o diretor da penitenciária, Luis Esquivel, suspeita de que a morte possa ter ligação com uma operação, de pente-fino, feita nos pavilhões do presídio.

Conforme explicado por ele, agentes que participaram da ação teriam sido ameaçados por presos do Clã Rotela, facção rival ao PCC (Primeiro Comando da Capital). Devido às ameaças, quatro líderes do grupo teriam sido transferidos.

Jornal Midiamax