Polícia

Advogado deixa carro para conserto e mecânico acaba preso usando Gol para levar maconha

Foram presos na última sexta-feira (19) dois homens de que estavam transportando maconha no porta-malas de um Volkswagen Gol, na rua Raquel de Queiroz, no bairro Aero Rancho, Campo Grande. O carro era de um advogado que havia deixado o veículo para conserto na oficina mecânica. Policiais do GOI (Grupo de Operações de Investigações) tiveram […]

Thatiana Melo Publicado em 22/03/2021, às 12h07

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Foram presos na última sexta-feira (19) dois homens de que estavam transportando maconha no porta-malas de um Volkswagen Gol, na rua Raquel de Queiroz, no bairro Aero Rancho, Campo Grande. O carro era de um advogado que havia deixado o veículo para conserto na oficina mecânica.

Policiais do GOI (Grupo de Operações de Investigações) tiveram a informação de que um veículo Gol estaria parado em frente a um supermercado por volta das 16 horas do dia 19 deste mês transportando drogas. Quando os policiais chegaram ao local, um dos passageiros do carro fugiu e não foi localizado.

Já os outros dois, incluindo, o mecânico que pegou o carro do cliente, acabaram presos. O comparsa contou que estava desempregado e disse ter sido contatado por um presidiário conhecido como ‘Gordinho’ para fazer o transporte da maconha e que cada um receberia o valor de R$ 2 mil. No carro estavam 102 quilos de maconha escondidos no porta-malas.

O mecânico contou conhecer o comparsa de negociações de veículos e que pegou o carro do cliente para fazer a ‘correria’ de entregar a maconha para uma outra pessoa não identificada. Os dois passam por audiência de custódia nesta segunda-feira (22).

Jornal Midiamax