Polícia

Advogada tenta entrar em presídio com celulares e chips de celular escondidos em TV

Ela foi liberada pelo diretor da unidade penal

Danielle Errobidarte Publicado em 03/08/2021, às 17h45

None
(Foto: Reprodução)

Advogada de 24 anos foi flagrada nesta segunda-feira (2) ao tentar entrar com aparelhos celulares e chips de celular na penitenciária masculina de Rio Brilhante, cidade a 158 km da Capital. Ela afirmou ter pego o eletrônico lacrado e na caixa, com um desconhecido, ao lado de uma assistência técnica.

Conforme informações do boletim de ocorrência, ela faria visita a um cliente, interno da penitenciária, e trazia consigo uma televisão de 21 polegadas. O aparelho seria entregue a pedido do preso o qual defende.

Por estar lacrado, a equipe de vistoria interna da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) orientou que ela passasse pelo aparelho de scanner corporal, junto com o eletrônico.

Após passar pelo scanner, que indicou algum ilícito suspeito, a televisão foi desmontada, e dentro dela localizados 11 carregadores de celular, dois conectores de pendrive, dois pendrives, cinco fones de ouvido, seis chips de operadora, quatro cartões de memória de 32 gigas e seis celulares.

A advogada disse que não sabia dos equipamentos na TV e informou ter pego o aparelho em Dourados, com um desconhecido, ao lado de uma assistência técnica. O diretor da unidade penal liberou a advogada e informou “que posteriormente avisaria dos possíveis procedimentos”.

Jornal Midiamax