Polícia

Adolescente de moto foge da PM em MS e acaba matando passageiro em acidente

Rapaz de 20 anos estava na garupa da moto

Evelin Cáceres Publicado em 04/06/2021, às 09h22

Dupla após acidente em foto encaminhada ao Diário Corumbaense
Dupla após acidente em foto encaminhada ao Diário Corumbaense - (Foto: Divulgação)

Roger Antônio Nascimento Arruda, de 20 anos, morreu na noite de quinta-feira (03), na Rua Major Gama esquina com a Avenida América, em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. Ele era passageiro de uma motocicleta conduzida por adolescente de 17 anos, que fugia da Polícia Militar.

A PM foi acionada para verificar ocorrência de violência doméstica na rua Antônio Maria, em frente ao Asilo São José. No deslocamento, os policiais viram o motociclista com capacete mal encaixado na cabeça, que seguia com um passageiro. Ao perceber que a  a viatura retornou, o piloto da moto acelerou em alta velocidade.

A perseguição iniciou, com o motociclista furando sinalização, invadindo ruas preferenciais, trafegando na contramão por várias ruas, até que na Major Gama com a América, passou por cima da rotatória e colidiu de frente com uma moto pilotada por policial militar que voltava de uma instrução no quartel do 6º BPM.

Equipe de resgate e salvamento do Corpo de Bombeiros Militar foi chamada e socorreu os três feridos. Roger Arruda sofreu traumatismo crânio encefálico e morreu ao dar entrada no pronto-socorro. O adolescente teve a bacia deslocada e passou por cirurgia e o policial militar, sofreu um corte no joelho.

Enquanto recebia socorro, foi perguntado ao adolescente por que ele fugiu e respondeu que não queria perder a moto.

De acordo com o Diário Online, a PM ressaltou que a guarnição atuou conforme o Procedimento Operacional Padrão da Policia Militar. "A guarnição deslocou com sinais sonoros e luminosos, como também o deslocamento foi feito para que os efeitos danosos de um acompanhamento fossem minimizados e que a ordem pública fosse restabelecida", informou em nota. 

A ocorrência foi registrada como desobediência, homicídio culposo, lesão corporal e direção perigosa.

Jornal Midiamax